Rosh Hasahan e Yom Kippur 5772

Publicado em 28/3/2013 por: Bernardo Sorj

Ano Novo e Dia do Perdão 5772

Porque Rosh Hashana marca a passagem do tempo e Yom Kippur nos interroga sobre o sentido de nossa vida, lembramos que ha:

1.Tempo de olhar para o futuro e tempo de lembrar nosso passado.
2.Tempo de nos pensar como indivíduos e tempo de nos pensar como comunidade.
3.Tempo de realizar e tempo de refletir.
4.Tempo de ficar sós e tempo de ficarmos juntos.
5.Tempo de lembrar e tempo de esquecer.
6.Tempo de ensinar e tempo de aprender
7.Tempo de dar e tempo de receber.
8.Tempo de falar e tempo de calar.
9.Tempo de acreditar e tempo de duvidar.
10.Tempo de se sentir culpado e tempo de se perdoar.
11.Tempo de julgar e tempo de suspender o julgamento.
12.Tempo de se entregar e tempo de se dissociar.
13.Tempo de viver e tempo de morrer.
14.Tempo de rir e tempo de chorar.
15.Tempo de ser prudente e tempo de arriscar.
16.Tempo de trabalhar e tempo de descansar.
17.Tempo de semear e tempo de colher.
18.Tempo de ser orgulhoso e tempo de ser humilde.
19.Tempo de estar alegre e tempo de estar triste.
20.Tempo de ter ilusões e tempo de perdê-las.
21.Tempo de esperar e tempo de agir.
22.Tempo de amar sem ser amado e tempo de ser amado sem amar.
23.Tempos sem sentido e tempos com sentido.


E que a sabedoria se encontra em compreender que o tempo é sempre um, no qual:

1.Nosso passado esta sempre presente no nosso futuro.
2.A comunidade é formada por indivíduos livres e os indivíduos não esquecem que são parte de comunidades.
3.Quem faz deve refletir e quem reflete deve agir.
4.Os mortos continuam vivos em nos e a vida não pode desconhecer a morte.
5.Paramos de falar para ouvir e ouvimos para entender o que estamos falando.
6.A prudência não deve eliminar nossa coragem para ariscar e o risco deve ser responsável.
7.Quem recebeu já retribuiu e quem deu já recebeu.
8.Só aprendemos desaprendendo e só se ensina aprendendo.
9.Quem semeia já recolheu e quem recolhe não deixa de semear.
10.Não podemos ter dignidade se não somos humildes e somos humildes porque temos dignidade.
11.Estamos sós quando estamos juntos e estamos juntos quando estamos sós.
12.Acreditamos sem dogmatismo e duvidamos sem deixar de lutar pelo que acreditamos.
13. Choramos de alegria e rimos para não chorar.
14.No há culpa sem perdão, nem julgamentos que não sejam questionáveis.

Porque o tempo nos permite amar e aprender, e ambos são o maior dom da vida, agradecemos:

Shehechyanu, ve´quimanau ve'higuianu lazman haze
Que vivemos, que existimos, que chegamos, a este momento.