Afrodescendentes Online

Pergunta:
Quais as culturas afro no brasil



Resposta:
Estimada Amanda, /// /// As culturas afro no Brasil são denominadas de acordo com a etnia de origem no continente Africano. No site do Professor Luiz Geraldo Silva, da Universidade do Paraná - http://people.ufpr.br/~lgeraldo/mapas1.html - você encontra mapas muito bem ilustrativos da trajetória dos africanos para as Américas. /// /// O comércio de escravos trouxe para o Brasil várias etnias distintas. A maioria era proveniente de vastas regiões da África Ocidental, Central e Oriental e predominavam os de origem Bantu, que falavam diversos idiomas como o umbundo, o quimbundo, o kicongo, o nagô e o macua. Até 1700, os portos de Guiné e Congo eram os maiores exportadores de negros, enquanto que, durante o século XVIII, as embarcações saíam com mais freqüência de Angola. A cidade de Luanda foi a maior exportadora de escravos para o Brasil. No Rio de Janeiro predominavam as principais etnias: Mina, Cabinda, Congo, Angola (ou Luanda), Kassange, Benguela e Moçambique. Gabão, Anjico, Moange, Rebola, Kajenge, Cabundá, Quilimane, Inhambane, Mucene e Mombaça eram menos numerosas. - http://www.pretosnovos.com.br/etnias.html /// /// Já os primeiros africanos trazidos em massa para a Bahia, desde o século XVI, eram da etnia bantu, provenientes do antigo reino do Congo e Ndongo. /// /// Iorubás, haussás, bornos, baribas. Para quem ouve pela primeira vez, essas palavras podem soar estranhas e sem importância, mas, desde o século XVII, elas estão estritamente ligadas à história do Brasil e, de algum modo, contribuíram fortemente para moldar o país como o conhecemos atualmente. - http://www.comciencia.br/reportagens/negros/07.shtml /// /// De acordo com suas raízes africanas, os candomblés, por exemplo, estão organizados em "nações" que se denominam congo-angola, jeje, nagô-queto-ijexá e um dos mais importantes critérios de identificação entre elas está em um sistema lexical diferenciado, seja de base banto, ewê-fon (jeje) ou iorubá, respectivamente. in Dimensão dos Aportes Africanos no Brasil, de Yeda Pessoa de Castro, em http://www.casadasafricas.org.br/site/img/upload/723906.pdf /// /// Para bibliografia e aquisição, você pode consultar: /// http://kitabulivraria.wordpress.com/ /// http://www.mazzaedicoes.com.br/ /// Sobá Livraria e Café - Belo Horizonte - 31-3224-7655 /// /// Para mais referências vale consultar: /// /// Antigos Impérios Africanos, de Claudia Lima, em http://www.claudialima.com.br/pdf/ANTIGOS_IMPERIOS_AFRICANOS.pdf /// /// Cultura africana na América do Sul - reportagem de vídeo-TV da Agência Brasil - http://www.agenciabrasil.gov.br/media/videos/2007/05/25/AfricaEDT.flv/view /// /// Prefácio e 1º capítulo "A paisagem e o homem" do livro do embaixador Alberto da Costa e Silva, "A enxada e a lança" - caso não conheça, vale ler para tomar gosto e adquirir - http://www.casadasafricas.org.br/site/img/upload/983235.pdf /// /// Dicionário de Kimbundo na Internet - http://www.linguakimbundu.com/ /// /// Sobre a Revolta dos Malês, na Bahia - http://possehausa.blogspot.com/2008/01/revolta-dos-mals-em-1835.html /// /// A contribuição dos povos africanos - sobre o saber trazido para o Brasil - http://www.smec.salvador.ba.gov.br/documentos/contribuicao-povos-africanos.pdf /// /// Sobre Carlos Gomes e André Rebouças /// http://www.overmundo.com.br/overblog/ensino-de-historia-e-cultura-afro-brasileira /// /// Desejamos ter cooperado, /// /// Abraço, Ana ///