Afrodescendentes Online

Pergunta:
everdadequeantigamenteaigrejaproibiaosnegrosdeseguiremsuacultura



Resposta:
Prezado Ricardo de Menezes Martins, // Penso que sua pergunta é como segue: "É verdade que antigamente a igreja proibia os negros de seguirem sua cultura?" // Houve um tempo em que os Portugueses "descobridores" do Brasil utilizaram a mão-de-obra escravizada de negros de várias etnias do Continente Africano. // Esses negros também famílias inteiras também inúmeras crianças foram trazidos ao Brasil à força para o trabalho forçado da exploração das riquezas naturais ou de cultivo pelos Portugueses, especialmente. // A Igreja Católica, que veio para o Brasil junto com os Portugueses e sua política de expansão, tinha suas crenças e valores como os únicos válidos, como universais. Essa ideia de "universalidade" trazia com ela a ideia da exclusão de tudo o que fosse diferente. Os negros provenientes do Continente Africano, além de terem uma pigmentação de pele completamente diferente de tudo o que os europeus pudessem imaginar, tinham crenças e valores, usos e costumes completamente desconhecidos dos Portugueses e consequentemente dos membros da Igreja. Esta mesma Igreja que havia autorizado a captura e a exploração dessas pessoas que conforme esta mesma Igreja eram consideradas não humanas. Com essa visão com essa classificação, tudo o que fosse característico dos povos escravizados era indigno e proibido. A única coisa que a Igreja não proibia era a exploração desses seres humanos. Exploração em todo e qualquer sentido. Vale ressaltar que a força da exclusão foi tão grande nos tempos do Brasil Colônia que, mesmo após a Lei Áurea que proclamou o fim da escravidão a população negra que foi deixada à própria sorte para sobreviver, luta até os dias de hoje pelo reconhecimento de seu valor, de sua cultura e do lugar a que tem direito neste país Brasil. Vale lembrar sempre que o Brasil só se desenvolveu pela força do conhecimento e do saber que os negros trouxeram do Continente Africano. // Ricardo, desejo ter contribuído para elucidar sua dúvida. Continuo ao dispor. Desculpa a demora na resposta, devido a problemas de conexão com o programa de mensagens. Ana